Os maiores festivais de cerveja do mundo!

Ela está presente em jogos de futebol, em festas de debutante, no happy hour da firma, nos intervalos das aulas da faculdade, no sofá de casa, no show de rock, na roda de samba… Sim, amigos e amigas, a cerveja é talvez a bebida que melhor combina com todas as ocasiões. Fato que a torna a principal bebida ao redor do mundo – perdão aos fãs de vinho, uísque, cachaça, vodca…

Tamanha devoção de seus fãs e sua vocação para todas as celebrações faz com que em alguns locais do mundo a cultura cervejeira tenha que ser celebrada. Por isso, grandes Festivais da Cerveja acontecem pelo mundo e apresentamos para vocês quais são os principais deles.

 

Oktoberfest

 

Essa festa está para a cerveja o que a Copa do Mundo está para o futebol. Por isso, não podemos deixar de mencionar a mais badalada celebração cervejeira do mundo. A festividade começou em Munique por ocasião das cerimônias de casamento do príncipe herdeiro Ludwig da Baviera com a princesa Therese de Sachsen-Hildburghausen em 1810.

 

Ao longo desses mais de dois séculos de tradição, a Oktoberfest alemã promove a união das famílias alemãs e dos turistas que visitam o país sendo todos recebidos para a festividade com ruas floridas, mais de 300 músicos e várias bandas nas tendas do festival, garçonetes e cavalos em carruagens e carroças decoradas, roupas típicas e muita cerveja. Há um cortejo tradicional de mais de 7 quilômetros que é uma das atividades que abre os festejos que reúne mais de 9 mil pessoas não só da Alemanha como também da Áustria, França, Itália, Noruega, Polônia e Suíça. E para o “grand finale” da festa, no último domingo, um grupo de 60 atiradores se apresenta celebrando o final dos festejos que são abertos pelo presidente da Câmara de Munique.

 

Há mais de 16 espaços cervejeiros com as grandes cervejarias de Munique. Ao todo são 6 grandes cervejarias: a Hofbräu dona da maior tenda chamada de Hofbräuhaus com capacidade para mais de 10.000 convidados; o salão da cervejaria Spaten-Franziskaner que tem a tradição de assar boi no espeto; o espaço da Augustiner e a tenda Fischer-Vroni, bem como as barracas de Oide Wiesn, que ainda servem cerveja em barris de madeira. E em todas as tendas há também cerveja sem álcool. Há também quiosques de vendas de bebidas não alcoólicas, doces, sorvetes, frutas, lembranças, café expresso e até mesmo milkshakes. Claro que os típicos pretzels gigantes também são vendidos.

 

E quando dizemos ser uma festividade familiar não estamos pensando apenas nos adultos. Ocorre também que há também muito entretenimento para os pequenos que podem se divertir com brincadeiras em barracas de mais de 600 empresas e também fóruns para jovens cujo objetivo é o de promover e resgatar a cultura da Bavária a cada festival.

 

A Oktoberfest representa um importante ganho econômico para a cidade girando na casa de até 1 bilhão de euros com mais de 13.000 pessoas trabalhando no festival que em 2012 recebeu cerca de 6,4 milhões de pessoas consumindo mais de 7 milhões de litros de cerveja e 115 mil salsichas de porco, por exemplo.

 

Saint Patrick’s Day

 

Outra festividade bastante conhecida no mundo e no meio cervejeiro. Inclusive já falamos sobre o Saint Patrick’s Day aqui no blog no mês de março (você pode conferir no link mais detalhes sobre a história do evento). Afinal, todo santo dia 17 desse mês os cervejeiros do mundo voltam suas atenções para celebrar a história de São Patrício. O Santo é um dos padroeiros da Irlanda tendo grande importância para o catolicismo do país. O dia de sua morte em 17 de março passou a ser celebrado desde 1903 por países de língua inglesa.

 

Desde 1995 o governo irlandês estabeleceu a realização de um festival em celebração ao Dia de São Patrício com grandiosas proporções. O objetivo do governo local é deixar o povo irlandês orgulhoso de si próprio por mostrar capacidade de promover um grande festival com alcance internacional e inesquecível para quem participa.

 

O primeiro deles foi realizado em apenas um dia e uma noite e desde 1996 a celebração dura entre 4 e 5 dias. E ao todo ao menos 400 mil pessoas de mais de 45 países participam dos festejos regados a muita cerveja por conta de que pubs e bares locais – e de todo o mundo – realizam ações especiais que agradam a todos os cervejeiros.

 

Os desfiles que acontecem no país levam às ruas pessoas fantasiadas e carros enfeitados com bandas típicas ditando o ritmo da festa que a cada ano, em Dublin, ganha um tema central tal qual os enredos das nossas Escolas de Samba. E da mesma forma como o nosso carnaval movimenta muito nossa economia, os festivais irlandeses rendem aos cofres do país mais de meio milhão de euros com gastos de turistas e o público local.

 

A cerveja não fica sozinha como elemento dos festejos. O governo também aproveita a ocasião e importantes locais culturais como a National Gallery, o The National Concert Hall e a Dublin City Gallery realizam exposições artísticas e culturais com literatura, música, cinema, música, fotografia, entre outros elementos culturais. Há também eventos gastronômicos promovendo a culinária local cuja tradição é a de se comer carne enlatada com repolho.

 

O Dia de São Patrício acaba sendo comemorado durante a quaresma, mas são relevadas pela igreja as restrições de consumo de álcool e de alimentação durante os dias de festa. Mas os católicos muitas vezes vão à igreja pela manhã e depois vão aos desfiles.

 

E por falar em cerveja, é comum que bares sirvam cerveja verde que se somam aos mais de 13 milhões de pints de Guinness que são consumidos ao redor do mundo durante os festejos.

 

Marco Polo German Bierfest

 

Cerveja em Hong Kong? Pode soar estranho, mas a cidade-estado administrada pela China também marca território no cenário cervejeiro mundial. Há mais de 20 anos é promovido o Marco Polo German Bierfest que já reuniu mais de 50 mil pessoas em uma única edição que curtem a festa ao melhor estilo alemão com uma banda típica do país germânico.

 

O que dita o tom das festividades é a abundância de opções gastronômicas autenticamente alemãs como o joelho de porco assado com repolho roxo e batata (são mais de 18 mil unidades em cada evento), as salsichascom chucrute e purê de batatas, os 31 mil pretzels, frango assado marinado com ervas com cenoura e salada de batata, costeleta de salmão servida com creme de espinafre e batata cozida e o pernil de cordeiro com alho servido com repolho roxo refogado e batata gratinada. Há também sobremesas tradicionais alemãs como o strudel de maçã com molho de baunilha e o cheesecake alemão. Os bolinhos de gengibre em formato de coração que dão o tom oriental à festividade. E são consumidos mais de 80 mil litros de cervejas – algumas delas produzidas especialmente por ocasião da festividade que ocorre nos meses de outubro e novembro.

 

Czech Beer Festival

 

O país é um grande representante no mercado cervejeiro mundial. Por isso, a República Tcheca também tem seu grande festival da bebida. É o Czech Beer Festival que rola por 17 dias todos os anos durante o mês de maio.

 

O que o público pode aproveitar com este festival é que a grande variedade de cervejas torna o evento ainda mais atrativo e interessante de ser acompanhado. Há também opções gastronômicas de comidas locais e mundiais que recebem atenção especial de chefs de cozinha dando um toque gourmet para o evento. Outro ponto diferente é que empresas podem fechar espaços para eventos corporativos.

 

Dentre as cervejarias que participam do evento estão: Krušovice, Zlatopramen, Starobrno, Breznak, Kutna Hora, Louny, Hostan, Krasne Brezno, Protivin, Klaster, Cerna Hora, Rychtar, Jihlava, Vysoky Chlumec, Sokolske pivo, Valasek, Ferdinand, Primator – Nachod, Dalesice, Chotebor, Brevnov, Chyne brewery Yard, Nomad, Pacov, Stankuv Handmade, Slavkov, Zatec, Nymburk, Kacov, Holba, Poutnik, Rebel, Vyškovské, Vyskov, Konrad Liberec, Dobruaka, Eggenberg, Kounice, Koutna in Sumava, Rohozec, Krakonos, Herold, Chodovar, Svijany e Uhersky Brod

 

Stockholm Beer & Whisky Festival

A Suécia também marca posição no mercado cervejeiro e promove um evento muito interessante que é o Stockholm Beer & Whisky Festival. Ao menos 30 mil pessoas a cada edição sendo uma boa opção também para quem curte não só cerveja como também outras bebidas como uísque, tequila, rum e outras bebidas que harmonizam com pratos típicos locais. Cerveja e uísque ficam em um espaço e as outras bebidas ficam em outro. A quantidade de cervejas diferentes passa de 2 mil e de uísque é de ao menos 1.500. É uma ótima oportunidade para apreciar e conhecer os sabores desse mercado pouco famoso no meio cervejeiro.

 

E então, amigos cervejeiros? Qual será seu destino para as próximas férias? Boas opções não faltam!

 

Fonte

Sociedade da Cerveja, Site gbfhk.com, Anamar Turismo, stockholmbeer.se e Hello Travel, www.muenchen.de, www.stpatricksfestival.ie, www.softschools.com, www.newsweek.com, www.openrice.com

 

Por Renan Geishofer

 

Be the first to comment

Leave a comment

Your email address will not be published.


*