Vamos falar de Lúpulo

Aproveitando a chegada da primavera, hoje vamos falar sobre a flor preferida do cervejeiros: o lúpulo!

 

Talvez você nem soubesse deste fato: o lúpulo é a flor fêmea da planta trepadeira Humulus Lupulus, da família Cannabacease. A flor do lúpulo contém a lupulina, um pó resinoso que é o principal responsável pelas características que o ingrediente leva para a bebida: seus alfa-ácidos contribuem para o amargor, e seus óleos essenciais contribuem para o sabor e aroma da cerveja. Além disso o lúpulo ainda cumpre papel importante na estabilidade da espuma da cerveja, e é também um conservante natural.

Resultado de imagem para foto lupulo

Numa brassagem ele geralmente é adicionado em pellets, que é tipo um comprimido já pronto pra ser adicionado na receita, com um pó concentrado que vai ajudar no aumento de produtividade no cozimento.  Também pode ser usado na receita o lúpulo em flor ou em extrato.

 

A receita de uma cerveja geralmente traz uma combinação de lúpulos que trarão as características adequadas de acordo com o estilo produzido. Existem mais de 100 variedades. Eles são adicionados no momento de fervura: os lúpulos de amargor no começo do processo (quando acontece a isomerização dos alfa-ácidos), e os lúpulos de aroma no final da fervura (melhor momento para extração dos óleos essenciais).

 

Para acentuar o sabor e o aroma do lúpulo, alguns cervejeiros usam o dry-hopping, que é a adição do lúpulo seco depois da fervura, no momento da maturação. Se você é um amante do lúpulo, deve provar uma cerveja com dry-hopping pra entender o que estou dizendo. Existem várias no mercado brasileiro.

 

Outro ponto importante quando se fala de variedade de lúpulos, são as características específicas dependendo do local de onde vem o ingrediente. Lúpulos ingleses tem características florais, frutadas, cítricas e resinosas, enquanto lúpulos americanos tem características terrosas e herbáceas.  Já os lúpulos alemães tem características florais e condimentadas. Aqui no Brasil, nosso clima não permite a plantação de lúpulo.

 

Pra quem quer entender na prática um pouco mais sobre a diversidade dos lúpulos e as características que eles trazem pra cerveja, recomendo uma experiência sensorial bem interessante: a degustação das chamadas single hops. Como o próprio nome diz, são cervejas que utilizam um único lúpulo na receita, o que permite que você perceba claramente qual o sabor, aroma e nível de amargor que aquele determinado tipo de lúpulo proporciona. Algumas cervejarias vendem o “Kit Single Hop” com 4 cervejas com a mesma receita base mas cada uma com um lúpulo diferente.

Resultado de imagem para foto lupulo

Além de ser tão importante na composição de uma cerveja, existem vários estudos que provam os efeitos benéficos que o lúpulo tem na nossa saúde, por seus poderes calmante, anti-inflamatório e anti-oxidante, entre muitos outros.

 

 

 Um brinde à chegada da primavera com uma cerveja bem lupulada! Escolha a sua!
 
 
Por Gisele Russano

Leia mais sobre Lúpulo!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*